"Podemos ter de escolher quem vive ou morre"

Médicos infetados e fala de material nos hospitais. O Bastonário espera que Portugal não chegue à situação-limite da Itália. "Dois milhões de máscaras não é nada. Acabam em dois dias", diz.

h 3 meses