Bolsas europeias em alta

As principais bolsas europeias negociavam esta quarta-feira em alta, à espera que o Eurostat publique o crescimento da economia europeia do último trimestre de 2017, numa altura de forte aceleração económica em todos os países do bloco.

Cerca das 9h10 em Lisboa, o EuroStoxx 50, índice que representa as principais empresas da zona euro, estava em alta, a subir 0,65% para 3.362,63 pontos. As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt estavam a avançar 0,63%, 0,81% e 0,78%, respetivamente, bem como as de Madrid e Milão, que subiam 0,69% e 0,45%. Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 9h10, o principal índice, o PSI20, estava a avançar 0,77% para 5.406,62 pontos.

Entretanto, neste dia, os dois candidatos à vice-presidência do Banco Central Europeu (BCE), o ministro da Economia espanhol, Luis de Guindos, e o governador do Banco Central da Irlanda, Philip Lane, enfrentam o escrutínio da Comissão da Economia do Parlamento, antes de o Eurogrupo decidir.

À tarde, o Governo norte-americano publica o índice de preços no consumidor (IPC) de janeiro, depois de em dezembro o indicador se ter situado em 2,1% e num momento em que a Reserva Federal (Fed) avalia uma nova subida das taxas de juro.

Em Nova Iorque, a bolsa de Wall Street terminou em alta, com o Dow Jones a subir 0,16% para 24.640,45 pontos, depois de ter subido em 26 de janeiro até aos 26.616,71 pontos, atual máximo desde que foi criado em 1896, e o Nasdaq a avançar 0,45% para 7.013,51 pontos, após ter subido também em 26 de janeiro até aos 7.505,77 pontos, atual máximo de sempre.

A nível cambial, o euro abriu em alta no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,2374 dólares, contra 1,2356 dólares no encerramento na terça-feira.

O barril de petróleo Brent, para entrega em abril, abriu hoje em alta, mas a cotar-se a 62,80 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 0,12% do que no encerramento da sessão anterior. Em 15 de janeiro, o preço do barril de petróleo Brent terminou a pela primeira vez desde dezembro de 2014 acima da barreira dos 70 dólares.

Agência Lusa h 9 dias