Dinamarca. Clientes e funcionários dormem no IKEA

A loja da IKEA de Aalborg, na Dinamarca, foi palco de um cenário caricato – na passada quarta-feira seis clientes e 25 funcionários ficaram presos no estabelecimento devido a uma tempestade de neve, e foram obrigados a passar a noite dentro do edifício.

O gerente de loja, Peter Elmose, avançou ao jornal Ekstra Bladet, citado pela Sky News, que clientes e funcionários dormiram em camas da loja: "Nós dormimos no mobiliário de exibição e nas nossas divisões-modelo do primeiro andar, onde tínhamos camas, colchões e sofás-cama".

Peter Elmose revelou, ao jornal Nordjyske, que não teve dúvidas em relação à decisão a tomar, quando percebeu que as condições atmosféricas não iam permitir que os clientes saíssem da loja:

Não podíamos simplesmente colocá-los lá fora e fechar a porta atrás deles às oito da noite. Claro que não. Por isso, como é óbvio, ficaram cá, e encontrámos acomodação para eles esta noite", disse o gerente.

O funcionário afirmou, ainda, que as pessoas que ficaram presas na loja passaram "uma noite divertida", a ver televisão e a comer, aproveitando "escolher as camas que sempre quiseram experimentar".

De acordo com a estação televisiva dinamarquesa DR, alguns funcionários de uma loja de brinquedos junto à loja da IKEA acabaram, também, por passar lá a noite. Uma das funcionárias, Michelle Barrett, agradeceu a hospitalidade:

"Foi muito melhor do que ficar a dormir no carro. [A loja] Estava agradável e quente, e nós ficámos contentes por nos terem deixado entrar […] Rimo-nos da situação, porque provavelmente não voltaremos a passar por algo parecido", disse Michelle.

Os funcionários e os clientes dormiram em zonas separadas da loja, de forma a garantir o devido distanciamento por causa da pandemia da Covid-19, segundo o Nordjyske.

Observador h 1 mês