O Doclisboa número 20 através de 10 filmes

É com uma edição que vai mostrar um total de 281 filmes, 47 deles estreias mundiais e 28 internacionais, e 44 portugueses (12 deles formando a Competição Portuguesa), que o Doclisboa: Festival Internacional de Cinema, assinala a sua edição número 20, entre os dias 6 e 16 de Outubro. Além de todas as habituais secções, este ano são apresentadas duas retrospectivas, uma dedicada ao cineasta brasileiro Carlos Reichenbach(1945-2012), que foi um representante maior do movimento chamado Cinema Marginal, e outra dedicada ao tema A Questão Colonial, composta por filmes vindos de África, nomeadamente das antigas colónias portuguesas e francesas. As salas do Doclisboa continuam a ser a Culturgest, o Cinema São Jorge, a Cinemateca, o Cinema Ideal e o Museu do Aljube. Eis uma dezena de sugestões, escolhidas de entre a programação deste ano.
"Onde Fica Esta Rua? Ou Sem Antes nem Depois"
De João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata
"Será que os meus avós viram o Paulo Rocha a filmar daqui da janela?", pergunta-se João Pedro Rodrigues. De sua casa, e de João Rui Guerra da Mata, vê-se um dos cenários lisboetas de "Os Verdes Anos", rodado em 1963. Foi dali que os dois realizadores partiram para irem no encalço dos vários lugares em que a fita se ambienta e os revisitarem, entre o documentário, a homenagem e a fantasia. (Dia 12 de outubro, Culturgest, 21.30)

https://www.youtube.com/watch?v=xA075XEfrOA
"Dreaming Walls"
De AmélievanEimbt e MayaDuverdier
Tendo Martin Scorsese como produtor executivo, este documentário leva-nos até ao lendário Chelsea Hotel, em Nova Iorque, que está em fase de renovação e vai reabrir em breve como hotel de luxo. As duas realizadoras visitam os quartos onde se hospedaram ou residiram artistas e escritores como Patti Smith, Salvador Dalí, Marilyn Monroe, Leonard Cohen ou Jim Morrison, e cruzam o passado com o presente. (Dia 8 de outubro, Culturgest, 16.00/Dia 15 de outubro, Culturgest, 20.15)

https://www.youtube.com/watch?v=DR5yGo0BY7o
"The Fire Within: A Requiem for Katia and Maurice Krafft"
De WernerHerzog
Depois da ficção em "Salt and Fire" e do documentário em "Into the Inferno", Werner Herzog regressa aos vulcões com esta homenagem aos carismáticos vulcanólogos franceses Katia e Maurice Krafft que morreram em 1991, no Japão, durante uma erupção no Monte Unzen, recorrendo ao vasto acervo de imagens que estes deixaram, filmadas em vulcões de todo o mundo. (Dia 12 de outubro, São Jorge-Sala Manoel de Oliveira, 18.45/Dia 14 de outubro, São Jorge 3, 14.00)

https://www.youtube.com/watch?v=8SIUeLphLyI
"Un Couple"
De FrederickWiseman
O novo filme do grande documentarista norte-americano Frederick Wiseman tem como tema a longa relação entre o escritor Lev Tolstoi e a sua mulher, a condessa Sofia Behrs Tolstoi. "Un Couple" é baseado nos diários de Sofia, e nas cartas que ela trocou com o marido, e estruturado como uma série de monólogos interpretados pela actriz francesa Nathalie Boutefeu, que também escreveu o argumento em parceria com o realizador. (Dia 6 de outubro, Cinema Ideal, 22.00/Dia 13 de outubro, Culturgest, 21.45)

https://www.youtube.com/watch?v=JOJZpevthfc
"JFK Revisited: Through the Looking Glass"
De Oliver Stone
Quase 60 anos depois, o assassinato do presidente John F. Kennedy em Dallas, a 22 de Novembro de 1963, continua envolvido num manto de mistério, especulações, documentos de todo o tipo e teorias da conspiração. Oliver Stone nunca desistiu de o investigar, após ter realizado o controverso "JFK" em 1991. Neste novo documentário, Stone traz à luz provas que foram tornadas públicas recentemente e que, segundo ele, transformam a "teoria da conspiração" num "facto de conspiração". (Dia 7 de Outubro, Culturgest, 19.00)

https://www.youtube.com/watch?v=65yEb1J1ybo
"Lynch/Oz"
De Alexandre O. Philippe
David Lynch tem uma longa e conhecida obsessão pelo clássico "O Feiticeiro de Oz", de Victor Fleming. O documentarista Alexandre O. Philippe procurar aqui mostrar que a fita de Fleming está na base de todo o cinema do autor de "Veludo Azul" e "Mulholland Drive", e recruta realizadores, críticos e argumentistas para falarem sobre o tema, caso de John Waters, Karyn Kusama ou David Lowery. (Dia 10 de outubro, Culturgest, 21.45/Dia 16 de outubro, Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira, 21.45)

https://www.youtube.com/watch?v=h2NXJSxZERE
"Everything Will Be OK"
De RithyPan
O realizador cambodjano Rithy Pan ("S 21, la Machine de Mort Khmèr Rouge") volta a recorrer à animação de volumes após "A Imagem que Falta", agora para rodar uma fantasia na qual os animais tomaram conta do mundo e escravizaram os humanos. Será que os animais, uma vez a mandar, baseariam o seu comportamento no dos humanos? Teriam a mesma sede de poder, a mesma crueldade? (Dia 14 de outubro, Culturgest, 19.15/Dia 16 de outubro, Culturgest, 19.00)

https://www.youtube.com/watch?v=jpEeh8R-Gh8
"Les Harkis"
De Philippe Faucon
Com a Argélia à beira da independência, o tenente Pascal teme pela sorte dos "harkis", os combatentes argelinos do seu pelotão, e opondo-se às ordens superiores, insiste para que eles sejam todos evacuados para França. Escapando assim à ira e à vingança dos seus compatriotas que não lhes vão perdoar terem lutado ao lado dos colonizadores e vestido os seus uniformes. (Dia 10 de outubro, Cinemateca-Sala Luís de Pina, 19.30/dia 13 de outubro, Cinema Ideal, 17.30)

https://www.youtube.com/watch?v=t1Wnyx-t8qA
"Tempo Ruy"
De Adilson Mendes
Nascido em Lourenço Marques, atual Maputo, e radicado no Brasil desde 1958, Ruy Guerra é um dos nomes cimeiros do Cinema Novo daquele país, autor de filmes como "Os Cafajestes" (1962), "Os Fuzis" (1964), "Erêndira" (1983) ou "Estorvo" (2000). Também poeta, letrista, ator e dramaturgo, hoje com 91 anos, Guerra está no centro deste documentário biográfico em que fala da sua vida, do seu trabalho e do cinema em geral. (Dia 11 de outubro, Cinema São Jorge-Sala 3, 16.45)

https://www.youtube.com/watch?v=x0QJZ_xf5DY
"Objectos de Luz"
De Acácio de Almeida e Maria Carré
Diretor de fotografia de filmes de realizadores como Manoel de Oliveira, José Fonseca e Costa, João César Monteiro, António da Cunha Telles, Paulo Rocha, Alain Tanner ou Raoul Ruiz, Acácio de Almeida assina, com sua mulher, Maria Carré, este trabalho sobre a matéria-prima com que trabalha, a luz, mesclando considerações técnicas, filosóficas e poéticas, recordações pessoais e imagens de alguns dos filmes que fotografou. "Objectos de Luz" é o filme de encerramento do festival. (Dia 15 de outubro, Culturgest, 21.30

https://www.youtube.com/watch?v=8t_jf1TSBds

(Veja aqui a programação completa do festival e todas as informações)

Eurico de Barros h 1 mês